Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




de coração esmigalhado

por Mary P., em 01.05.15

É de coração esmigalhado que vejo esta cena. A série do meu coração. Se bem que, justiça seja feita, de há uns tempos para cá virou demasiadamente telenovela e tristemente desliguei-me. A Senhora Dona Shonda tem tanto de fantástica como de inventora e, para mim, nos últimos tempos já andava a inventar muito fazendo com que Grey's Anatomy perdesse a sua essência. Como é que é possível deixar Cristina Yang para segundo plano?

Mas nos últimos tempos os spoilers têm feito das suas e ... só hoje ganhei coragem para ver o maldito episódio... HORRÍVEL, HORRÍVEL, HORRÍVEL. Meu, nosso McDreamy. Depois de tantas voltas e mais voltas a Meredith e o Derek mereciam um final mais do que feliz! Mas não. Esta é a aproximação à vida real. Quando menos se espera... Pumbas! Analisando friamente (muito friamente) acaba por ter a sua piada. A vida podia estar a correr maravilhosamente. Podias ter quinhentos e quarenta e nove mil planos. Mas que piada não teria se não tivesses uma (valente) rasteira pelo meio?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que falha horrível! Bem me parecia que o dia estava a soar a incompleto. Que faltava alguma coisa.

Pois bem! No dia 9 de Junho de 1963 veio ao mundo um homem a transbordar de pinta, de nariz esculpido, um olhar único, um sentido irreverente, um verdadeiro marco. John Christopher Depp de seu nome. Não sei se lhe posso chamar fetiche (até porque a palavra tem uma conotação estranha), mas o Johnny é assim daquelas coisas para mim!!

 

 

 Foi assim uma emoção daquelas quando subi a escadaria do Madam Tussaud de Londres e depois de alguma procura O encontrei! 

 

Nota: Não há nenhuma fotografia igual garanto. Ganhei o dia, o mês, o ano com ele ali. Tão perto e tão longe de mim. Fui quase empurrada para sair dali. Não me considero histérica. Acontece que o Johnny exerce em mim qualquer coisa de sobrenatural. É mesmo verdade quando digo que foi muita emoção. Não gosto de pensar que há impossíveis. Mas muito provavelmente foi o mais perto que consegui estar ao lado do meu Johnny. Aliás, naquele dia a taquicardia tomou conta de mim. Não é todos os dias que se está lado a lado com o Johnny, o Rafa e o Cris. Mas o meu coração aguentou!

 

http://facebook.com/maryagnespoppins

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 years a slave

por Mary P., em 02.02.14

De coração apertadinho-inho-inho ...

Acabei de chegar agora a casa vinda do cinema. Minha nossa! Que murro no estômago! Muito, muito, muito profundo...

Muita vontade de sair da confortável cadeira e saltar para a cena e dizer umas boas verdades àquelas bestas. Raça é a Humana. Não há cá pretos nem brancos nem vermelhos nem cor-de-rosas. 

Quão profunda a expressão "Eu não quero sobreviver. Eu quero viver."

Mexe, mexe muito.

 

Gostei. Muito. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Ao encontro de Mr. Banks

por Mary P., em 26.01.14
Vejam só o que acabei de encontrar!! 

Toca a ir ver!!

O meu Tom está lá!!

Curiosíssima!




Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D